Manejo nutricional com cobre contribui para saúde de pomares de citros

NewsManejo nutricional com cobre contribui para saúde de pomares de citros
Manejo nutricional com cobre contribui para saúde de pomares de citros
30 Mar, 2017
Citros manejo fisiológico Alltech Crop Science

Aspectos como deformação e não crescimento adequado das folhas do novo ciclo, comuns em alguns pomares de citros, podem estar ligados à deficiência de cobre do vegetal. O micronutriente, mesmo exigido em quantidades mais baixas em relação a outros elementos, possui função importante para o desenvolvimento do cultivo desempenhando papel em diversos processos fisiológicos da planta como fotossíntese e respiração, refletindo em um verde mais intenso da folha e melhor formação dos frutos.

É o que relata o consultor de citros Carlos Henrique Ávila Góis, que atua na região norte da Bahia e sul de Sergipe. Segundo Ávila, os cuidados com o manejo nutricional, por meio de aplicação de cobre, trouxeram resultados visíveis no cultivo. "O efeito foi positivo. Chegando ao pomar, já conseguimos ver a diferença pela qualidade do fruto. Além disso, observamos plantas mais verdes", afirma.

De acordo com o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico de hortifruti da Alltech Crop Science, o cobre contribui para o vigor e desenvolvimento mais equilibrado da cultura, permitindo que ela supere os fatores estressantes do meio. "Consequentemente ela vai nos proporcionar melhor produtividade e melhor qualidade desses frutos que nascerão. Tanto no aspecto de aparência, como também no aspecto de qualidade - teor de sólidos solúveis e rendimento de suco", explica.

Outro ponto destacado por Revoredo é a função protetiva do cobre ao lado de fungicidas. "Além da promoção do vigor, favorecida pelo elemento, ele também estimula naturalmente os mecanismos de defesa da planta com a indução de resistência e os efeitos danosos do íon cobre no interior dos microrganismos nocivos. Com isso, temos cultivos e pomares mais sadios", complementa.

A aplicação do cobre na cultura do citros, segundo o agrônomo, pode ser feita em diversas situações: na fase inicial, junto às adubações de base para suprir as necessidades nutricionais, junto às coberturas sendo complementar a micronutrientes como nitrogênio, fósforo e potássio e via foliar nos estádios de desenvolvimento e produção. "Entretanto, se utilizado em excesso também pode acarretar em redução do crescimento e vigor da planta", finaliza.