A qualidade do tempero brasileiro

NewsA qualidade do tempero brasileiro
A qualidade do tempero brasileiro
10 Oct, 2017

Com inovações em biotecnologia o Brasil busca a liderança do ranking de exportação de alimentos.

Líder na exportação de soja, melão, café, açúcar, carne bovina e de frango, o Brasil busca agora ocupar a liderança no ranking geral de exportação de alimentos. A expectativa das Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) é que o país alcance a posição já nos próximos anos.

Além do volume de mercadorias, o Brasil se destaca pela qualidade dos produtos e também dos processos da cadeia, explica o engenheiro agrônomo Ney Ibrahim,  diretor comercial da Alltech Crop Science. “Em um mundo globalizado, onde a informação e a comunicação ultrapassam barreiras, os produtos com qualidade já são reconhecidos e exigidos pelo consumidor e não há mais espaço apenas para a métrica quantitativa”, relata.

Dessa maneira, observa-se avanços no mercado brasileiro no manejo das lavouras por meio da biotecnologia, por exemplo, com soluções à base de microrganismos. Nesse quesito, algas leveduras, bactérias e fungos auxiliam de forma natural o desenvolvimento dos cultivos em suas diversas fases, impactando na produtividade e na qualidade da colheita.

“Alternativas como a biotecnologia tem ido ao encontro da busca por um uso cada vez mais racional dos defensivos no país. O que nos tem permitido caminhar muito bem para o futuro. Ainda há muitas mesas a serem ocupadas com a qualidade dos alimentos por nós produzidos, e, ao encontramos soluções eficientes para esses gargalos, os bons frutos serão inevitáveis”, conclui.