Resistência dos pomares de citros depende do equilíbrio nutricional

NewsResistência dos pomares de citros depende do equilíbrio nutricional
Resistência dos pomares de citros depende do equilíbrio nutricional
06 Jun, 2017
Alltech Crop Science nutrição citros indução natural de resistência

Os pomares de citros estão constantemente submetidos a fatores estressantes (clima, temperatura, deficiências nutricionais, pragas e doenças) que impactam no desenvolvimento do cultivo e podem refletir em perda de área foliar e, até mesmo, na redução de produtividade e qualidade de seus frutos. Para minimizar esses efeitos, o citricultor deve estar atento aos cuidados no manejo para favorecer os mecanismos de defesa natural da planta.

No município de Aguaí (SP), o produtor Dorival Fortes conta que, em algumas épocas do ano, a falta de água acomete a região, o que pode diminuir a vida útil do pomar. "Com o estresse, a cultivo fica mais abalado. Se a planta for forte e se ela estiver bem nutrida e bem cuidada, a chance de produzir mais frutos por pé, com melhores tamanhos, é maior", afirma.

Segundo o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico especializado em hortifruti da Alltech Crop Science, é possível ajudar para que venha a induzir essa resistência nas plantas de citros de forma natural. "As soluções nutrem a planta de maneira a auxiliar os mecanismos de defesa, e ao mesmo tempo são compostas de aminoácidos e nutrientes-chave, como cobre e zinco, que complementam a nutrição da planta para promover esse balanceamento fisiológico", explica.

Para superar os fatores estressantes, o especialista ainda destaca o manejo na fase reprodutiva do citros, que auxilia no incremento do número de frutos e na padronização de seus tamanhos. "A aplicação de aminoácidos, nutrientes e extratos de plantas, via foliar, vão promover um melhor balanceamento hormonal do vegetal. Consequentemente, o cultivo vai ficar mais equilibrado e menos estressado com os fatores ambientais, promovendo assim o melhor desenvolvimento do citros", complementa.

Na propriedade de Fortes, esse tratamento passou a ser utilizado na safra 2015/16, e os resultados foram positivos, segundo o produtor. "Percebi melhor qualidade e quantidade. Os frutos ficaram ótimos, não deixaram nada a desejar. As soluções nos auxiliaram a aumentar, em média, 60 kg por planta. A laranja cresceu em tamanho de mercado, com padronização perfeita", finaliza.